Os Braços

BeFunky_OldPhoto_12

Unidos, formavam um laço. Não sufocavam, nem se prendiam, estavam apenas ligados, envolvidos um no outro formando um contraste de cheiros e texturas. Eram também conforto e às vezes quando apertavam traziam alívio, parecia que a carga era dividida naquele simples abraço.

Eram o lugar onde se queria estar e para onde sempre se ia. O ponto de encontro. O elo entre dois corpos estranhos que já não se estranhavam mais. Eram também palavras indizíveis, impronunciáveis, intangíveis. O próprio sentimento abstrato em sua forma mais concreta.

Mas sendo um laço podiam ser atados e desatados muito facilmente e essa linha tênue entre envolvimento e a perda às vezes os transformavam em nó. Se isso se dava  com o tempo ou com o mal jeito, ninguém no fundo sabia.

E eles enquanto nó estavam presos, apertados. Cada movimento brusco arranhava a pele e feria a alma. Cada tentativa de desatá-lo se tornava uma experiência dolorosa até que enfim se desprendiam e cada um partia com suas marcas. Marcas estas tão fortes e profundas que apagavam qualquer lembrança do que um dia poderia ter sido um laço, uma união.

Anúncios

Tags:, ,

About Tica

Feminista e membra da União de Mulheres de São Paulo, onde é coordenadora adjunta do Curso de Promotoras Legais Populares, projeto voltado para a educação popular e feminista em direitos. É Viciada em Lego, apaixonada por ficção científica, apocalipse zumbi e possui sérios problemas em procrastinar vendo gif's e não lembrar o nome das pessoas. No mundo real é advogada empresarial e artesã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Ensaios de Gênero

Um espaço para se ensaiar política, educação, feminismo e coisas do gênero...

Feminismo Ráiot

música + feminismo + faça você mesma

Joanah Dark

Performance, Fotografia e Feminismo.

Café Feminista

Por Cely Couto

FeminismUrbana

Textos, artigos, imagens, quadrinhos, opiniões. A idéia é juntar quem está pensando as cidades na perspectiva feminista, no Brasil e na América Latina.

feminismosemdemagogiaOriginal

Blog da página Feminismo Sem Demagogia - Original

Alemão com Frau Santana

A Alemanha bem perto de você.

O Fim da Eternidade

(Isaac Asimov)

Colunas Tortas

mais que uma opinião

Marcha Mundial das Mulheres

Feminismo 2.0 até que todas sejamos livres!

Blogueiras Negras

"Quem não quer raciocinar é um fanático;quem não sabe raciocinar é um tolo; quem não ousa raciocinar é um escravo"

Quem o Machismo matou hoje?

No Brasil, quatro mulheres são assassinadas todos os dias vítimas da violência doméstica. Você sabe quem elas são?

%d blogueiros gostam disto: