Os Braços

BeFunky_OldPhoto_12

Unidos, formavam um laço. Não sufocavam, nem se prendiam, estavam apenas ligados, envolvidos um no outro formando um contraste de cheiros e texturas. Eram também conforto e às vezes quando apertavam traziam alívio, parecia que a carga era dividida naquele simples abraço.

Eram o lugar onde se queria estar e para onde sempre se ia. O ponto de encontro. O elo entre dois corpos estranhos que já não se estranhavam mais. Eram também palavras indizíveis, impronunciáveis, intangíveis. O próprio sentimento abstrato em sua forma mais concreta.

Mas sendo um laço podiam ser atados e desatados muito facilmente e essa linha tênue entre envolvimento e a perda às vezes os transformavam em nó. Se isso se dava  com o tempo ou com o mal jeito, ninguém no fundo sabia.

E eles enquanto nó estavam presos, apertados. Cada movimento brusco arranhava a pele e feria a alma. Cada tentativa de desatá-lo se tornava uma experiência dolorosa até que enfim se desprendiam e cada um partia com suas marcas. Marcas estas tão fortes e profundas que apagavam qualquer lembrança do que um dia poderia ter sido um laço, uma união.

Tags:, ,

About Tica

Feminista e membra da União de Mulheres de São Paulo, onde é coordenadora adjunta do Curso de Promotoras Legais Populares, projeto voltado para a educação popular e feminista em direitos. É Viciada em Lego, apaixonada por ficção científica, apocalipse zumbi e possui sérios problemas em procrastinar vendo gif's e não lembrar o nome das pessoas. No mundo real é advogada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Feminismo Ráiot

música + feminismo + faça você mesma

FeminismUrbana

Textos, artigos, imagens, quadrinhos, opiniões. A idéia é juntar quem está pensando as cidades na perspectiva feminista, no Brasil e na América Latina.

feminismosemdemagogiaOriginal

Blog da página Feminismo Sem Demagogia - Original

Alemão com Frau Santana

A Alemanha bem perto de você.

O Fim da Eternidade

(Isaac Asimov)

Colunas Tortas

mais que uma opinião

Marcha Mundial das Mulheres

Feminismo 2.0 até que todas sejamos livres!

Blogueiras Negras

"Quem não quer raciocinar é um fanático;quem não sabe raciocinar é um tolo; quem não ousa raciocinar é um escravo"

Quem o Machismo matou hoje?

No Brasil, quatro mulheres são assassinadas todos os dias vítimas da violência doméstica. Você sabe quem elas são?

Favela Potente

"As coisas não nasceram para dar certo, somos nós que fazemos as coisas acontecerem" - Sérgio Vaz

Transfeminismo

Feminismo Intersecional

filosofia cinza

Blog da Márcia Tiburi

%d blogueiros gostam disto: