De quando eu decidi virar artesã…

audreyzinha

Tudo começou com uma idéia inofensiva de que eu poderia fazer umas bolsas para ajudar o Coletivo Feminista União de Mulheres e arrecadar um trocadinho para o Curso das Promotoras Legais Populares.

A ideia acabou dando certo, as bolsas ficaram muito bonitas e estão sendo rifadas a cada encontro do curso. O mais legal foi me descobrir enquanto artesã, algo que já tentei várias vezes, mas em todas elas não obtive êxito. Dessa vez foi diferente.

Cada bolsa (ou ecobag, como prefiro chamar), teve um significado pra mim. As primeiras, é claro, foram um marco. Uma prova de que eu poderia ser capaz de alcançar aquele objetivo por mim traçado, aquele desafio. Além do mais, elas não representavam tão somente uma mercadoria, mas uma contribuição, algo meu, que pude dar ao Coletivo.

Como as ecobag’s fizeram um certo sucesso e muita gente me questionou se eu não ia disponibilizar para a venda, acabei cedendo e entrando de cabeça nessa nova experiência que foi comercializá-las. O que achei legal até agora nessa minha curta jornada pelos caminhos das fofurices e costuras é que o artesanato, como qualquer outra arte, te faz imprimir um pouco de si no resultado da obra. No fim, aquela não passa a ser ‘mais uma mercadoria’, mas um produto do seu tempo e carinho. Ao menos gosto de pensar assim, até porque não faço nada em grande escala e não tenho isso como única fonte de renda, então costurar essas ecobag’s acaba sendo um hobby gostoso. Na verdade todo o processo é gostoso. Desde imaginá-la na minha mente até o ponto de produzí-la e enfim, vê-la pronta! É algo único.

Confesso que a sensação mais forte disso tudo é a de esperar o que @ cliente vai achar. Acho que fico mais ansiosa do que a pessoa que vai receber porque no fundo eu realmente quero que ela goste, que curta, que use. Que veja aquilo como algo com significado e valor e não somente como uma mercadoria, assim como eu não vejo as minhas fofurices somente como R$ entrando na conta.

Enfim, não sei o que vai acontecer daqui pra frente, mas por enquanto quero me utilizar de um clichê e dizer que desejo que seja “eterno enquanto dure”.

[+] Minha lojinha virtual (em construção)

Anúncios

Tags:, ,

About Tica

Feminista e membra da União de Mulheres de São Paulo, onde é coordenadora adjunta do Curso de Promotoras Legais Populares, projeto voltado para a educação popular e feminista em direitos. É Viciada em Lego, apaixonada por ficção científica, apocalipse zumbi e possui sérios problemas em procrastinar vendo gif's e não lembrar o nome das pessoas. No mundo real é advogada empresarial e artesã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Ensaios de Gênero

Um espaço para se ensaiar política, educação, feminismo e coisas do gênero...

Feminismo Ráiot

música + feminismo + faça você mesma

Joanah Dark

Performance, Fotografia e Feminismo.

Café Feminista

Por Cely Couto

FeminismUrbana

Textos, artigos, imagens, quadrinhos, opiniões. A idéia é juntar quem está pensando as cidades na perspectiva feminista, no Brasil e na América Latina.

feminismosemdemagogiaOriginal

Blog da página Feminismo Sem Demagogia - Original

Alemão com Frau Santana

A Alemanha bem perto de você.

O Fim da Eternidade

(Isaac Asimov)

Colunas Tortas

mais que uma opinião

Marcha Mundial das Mulheres

Feminismo 2.0 até que todas sejamos livres!

Blogueiras Negras

"Quem não quer raciocinar é um fanático;quem não sabe raciocinar é um tolo; quem não ousa raciocinar é um escravo"

Quem o Machismo matou hoje?

No Brasil, quatro mulheres são assassinadas todos os dias vítimas da violência doméstica. Você sabe quem elas são?

%d blogueiros gostam disto: