Tag Archive | violência doméstica

Por que as vítimas de violência doméstica não vão embora?

Quando assisti o vídeo da Leslie Morgan Steiner respondendo à insistente pergunta “por que as vítimas de violência doméstica não vão embora?”, fiquei com vontade de fazer um post falando diversas coisas sobre a violência doméstica, seu conceito , citar as estatísticas  do Mapa da Violência – Homicídio de Mulheres no Brasil, dentre tantas outras idéias que queria compartilharFiquei com uma vontade imensa de escrever falando dessa nossa mania horrível de culpar a vítima e de revitimizá-la, porque o depoimento da Leslie me emocionou.

Porém, depois de pensar um pouco, cheguei à conclusão de que não precisava escrever respondendo a esta questão, pois o vídeo abaixo é capaz de falar por si só:

Anúncios

Cartilha da Lei Maria da Penha

2012-12-17_portal-compromisso-e-atitude-pela-lei-maria-da-penha_gg

A Lei 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha, completou 7 anos no dia 07 de Agosto deste ano. Porém, ainda hoje, há uma série de dúvidas que rodeiam a Lei e principalmente a questão da Violência Doméstica. Leia Mais…

4º Abraço Solidário pelas Mulheres em situação de Violência

União de Mulheres

No próximo dia 06 de Agosto, às 17h, a União de Mulheres de SP e de várias outras entidades realizarão a 4ª edição do Abraço Solidário pelas Mulheres em Situação da Violência. A data não foi uma escolha aleatória, pois coincide com a semana do aniversário da Lei 11.340/06, mais conhecida como Lei Maria da Penha. E na terça-feira, estaremos no vão livre do Masp exigindo o cumprimento desta Lei – que por falta de Políticas Públicas e de empenho do Estado, ainda não saiu efetivamente do papel. Leia Mais…

Do silêncio ao grito contra a impunidade: O caso Márcia Leopoldi

CriticaConsciente_10

          Sempre que falamos de violência doméstica, nos vem à mente o caso da cearense Maria da Penha. A associação se dá não só por conta da Lei que leva o seu nome – como forma de reparação simbólica e femenagem à sua luta, mas também pelo grau de violência e impunidade que permeiam o caso. Sem contar, é claro, com a repercussão Internacional que o mesmo teve.
          Porém, no mesmo cenário brasileiro de gritante injustiça contra as mulheres vítimas de violência doméstica, tivemos o Caso Márcia Leopoldi. Leia Mais…

Como tudo começou…

389067_256116987770171_433529354_n

Nunca queimei um sutiã, muito menos o tempo que dedico ao feminismo é aquele que sobra por falta de louça suja, isso eu lhes garanto. Leia Mais…

Ciclo de Oficinas e Atividades na União de Mulheres de São Paulo

União de Mulheres de São Paulo

O projeto “30 anos de transversalidade dos feminismos no Brasil: Reconhecimento cultural e social dos direitos humanos das mulheres – Memórias e expressões” propõe-se a lançar um olhar sobre o movimento feminista brasileiro das últimas três décadas pelo viés da presença das mulheres nas artes. Leia Mais…

Histórico da Lei Maria da Penha

A lei 11.340/06 foi consagrada com o nome de Lei Maria da Penha em homenagem à biofarmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes, a qual fora vítima de violência doméstica praticada por seu ex-marido, o professor universitário de economia Marco Antônio Herradia Viveros. Ela fez de sua tragédia a bandeira que estimulou as lutas contra a violência praticada em mulheres.

Leia Mais…

O silêncio das vítimas

A nossa sociedade têm um hábito cultural perverso de culpabilizar as vítimas. Nos crimes contra a vida, a dignidade moral e sexual, sempre encontramos alguém pronto a nos mostrar que a vítima teve a sua parcela de culpa. É a mesma coisa de dizer o famoso “Fez por merecer”.

O que há de se esperar então da vítima de violência doméstica, que “conhece” tão bem o seu agressor? Segundo a nossa sociedade, culpada.

Leia Mais…

A Isonomia e a Lei Maria da Penha

Com a existência de um Estado democrático pressupõe-se a igualdade de direitos, de tratamento e de oportunidades entre homens e mulheres, sendo, a realidade cotidiana da violência, sua estigmatização e banalização e que tem contribuído para a manutenção da impunidade e do crescimento da violência contra a mulher. Refletir as relações interpessoais é importante, pela perspectiva de mudanças em um processo de conscientização na tentativa de compreender os comportamentos e papéis sociais determinados, para assim, construir nova identidade social, onde haja o reconhecimento das diferenças e das assimetrias de gênero, para superação das desigualdades diferenças e das assimetrias de gênero para superação das desigualdades marcadas na vida de mulheres e homens.

Leia Mais…

Ensaios de Gênero

Um espaço para se ensaiar política, educação, feminismo e coisas do gênero...

Feminismo Ráiot

música + feminismo + faça você mesma

Joanah Dark

Performance, Fotografia e Feminismo.

Café Feminista

Por Cely Couto

FeminismUrbana

Textos, artigos, imagens, quadrinhos, opiniões. A idéia é juntar quem está pensando as cidades na perspectiva feminista, no Brasil e na América Latina.

feminismosemdemagogiaOriginal

Blog da página Feminismo Sem Demagogia - Original

Alemão com Frau Santana

A Alemanha bem perto de você.

O Fim da Eternidade

(Isaac Asimov)

Colunas Tortas

mais que uma opinião

Marcha Mundial das Mulheres

Feminismo 2.0 até que todas sejamos livres!

Blogueiras Negras

"Quem não quer raciocinar é um fanático;quem não sabe raciocinar é um tolo; quem não ousa raciocinar é um escravo"

Quem o Machismo matou hoje?

No Brasil, quatro mulheres são assassinadas todos os dias vítimas da violência doméstica. Você sabe quem elas são?