Ciclo de Oficinas e Atividades na União de Mulheres de São Paulo

União de Mulheres de São Paulo

O projeto “30 anos de transversalidade dos feminismos no Brasil: Reconhecimento cultural e social dos direitos humanos das mulheres – Memórias e expressões” propõe-se a lançar um olhar sobre o movimento feminista brasileiro das últimas três décadas pelo viés da presença das mulheres nas artes. Contando com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, este projeto tem como objetivo estimular a reflexão sobre a discriminação sexual e de gênero, racial e étnica, a partir de histórias reais e ficcionais, aproximando, em suas oficinas, a produção de escritoras, cantoras, compositoras, artistas plásticas e dramáticas de diferentes épocas com a evolução do movimento feminista no país.

 

Oficinas:

Bloco da Dona Yayá

Oficineiro: Marcio Miele

Participe do Bloco da Dona Yayá, que desfila pelas ruasdo Bixiga desde 2000 promovendo a integração do bairro e reforçando a luta das mulheres, e saiba mais sobre a Casa de Dona Yayá e sua mais famosa moradora.

Preparação: 19 de janeiro de 2013 das 10:00h às 13:00h e 24 e 26 de janeiro de 2013 das 14:00h às 18:00h

Local: União de Mulheres do Município de São Paulo – Rua Coração da Europa, 1395 – Bela Vista – São Paulo

Desfile: 3 de fevereiro de 2013 – Concentração às 09:00h e saída às 10:00h na sede da União de Mulheres. Itinerário do Bloco disponível em http://blocodadonayaya.blogspot.com.br/

[+]Saibam mais sobre a Dona Yayá

“Bordando Feminismos e contando histórias de ações feministas”

Oficineira: Maria Célia Orlato Selem

Um grande painel de bordados feito por mulheres da União de Mulheres do Município de São Paulo é o ponto de partida da viagem por três décadas de ações e reflexões sobre a discriminação sexual e de gênero, racial e étnica, a partir das histórias e experiências de vida das bordadeiras.

Datas: 16 e 23 de março de 2013

Horário: 14:00 às 18:00h

Local: União de Mulheres do Município de São Paulo – Rua Coração da Europa, 1395 – Bela Vista – São Paulo

 Sem as Mulheres os Direitos não são humanos

“Violência de Gênero”

Oficineira: Fernanda Emy Matsuda

Para garantir o direito das mulheres a uma vida sem violência faz-se necessário compreender o que caracteriza essa violência e conhecer os meios pelos quais ela pode ser combatida, como a lei 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha.

Datas: 4 e 18 de abril de 2013

Horário: 14:00h às 18:00h

Local: Casa Eliane de Grammont – Rua Dr. Bacelar nº 20 – Vila Clementino – São Paulo

“Escritoras e Escritas Feministas”

Oficineira: Norma Telles

Entre em contato com a história de mulheres escritoras dos séculos XIX e XX, seus textos e o impacto que causaram na produção cultural de suas épocas.

Datas: 9 e 23 de maio de 2013

Horário: 14:00h às 18:00h

Local: Casa Eliane de Grammont – Rua Dr. Bacelar nº 20 – Vila Clementino – São Paulo

“Mulheres nas Artes Plásticas”

Oficineira: Marta Baião

A vida e a obra de mulheres artistas plásticas servem de estímulo para promover, por meio do uso de formas e cores, novas maneiras de expressão e olhar sobre o mundo.

Datas: 13 e 20 de junho de 2013

Horário: 14:00h às 18:00h

Local: CIM – Centro Informação Mulher – Rua Xavier Toledo nº 210, aptos: 111 e 112 – Centro – São Paulo

“Mulheres nas Artes Dramáticas”

Oficineira: Marta Baião

O uso do corpo e da voz no “faz de conta” da representação teatral como uma maneira de criar “na vida real” oportunidades para se pensar e repensar idéias e experiências.

Datas: 13 e 20 de julho de 2013

Horário: 14:00h às 18:00h

Local: CIM – Centro Informação Mulher – Rua Xavier Toledo nº 210, aptos: 111 e 112 – Centro – São Paulo

“História de Mulheres e a Prostituição”

Oficineira: Luzia Margareth Rago

Conheça a história das mulheres, da sexualidade, das subjetividades e da prostituição e reflita sobre a prostituição e o tráfico de pessoas nos dias de hoje.

Datas: 16 e 30 de agosto de 2013

Horário: 14:00 às 18:00h

Local: União de Mulheres do Município de São Paulo – Rua Coração da Europa, 1395 – Bela Vista – São Paulo

Lançamento da publicação

“30 anos de transversalidade dos feminismos no Brasil: Reconhecimento cultural e social dos direitos humanos das mulheres – Memórias e expressões”

Data: 07 de dezembro de 2013

Horário: 16:00h

Local: União de Mulheres do Município de São Paulo – Rua Coração da Europa, 1395 – Bela Vista – São Paulo

Mais informações:

União de Mulheres de São Paulo

faleconosco@uniaodemulheres.org.br

 

Anúncios

Tags:, , , , ,

About Tica

Feminista e membra da União de Mulheres de São Paulo, onde é coordenadora adjunta do Curso de Promotoras Legais Populares, projeto voltado para a educação popular e feminista em direitos. É Viciada em Lego, apaixonada por ficção científica, apocalipse zumbi e possui sérios problemas em procrastinar vendo gif's e não lembrar o nome das pessoas. No mundo real é advogada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Feminismo Ráiot

música + feminismo + faça você mesma

FeminismUrbana

Textos, artigos, imagens, quadrinhos, opiniões. A idéia é juntar quem está pensando as cidades na perspectiva feminista, no Brasil e na América Latina.

feminismosemdemagogiaOriginal

Blog da página Feminismo Sem Demagogia - Original

Alemão com Frau Santana

A Alemanha bem perto de você.

O Fim da Eternidade

(Isaac Asimov)

Colunas Tortas

mais que uma opinião

Marcha Mundial das Mulheres

Feminismo 2.0 até que todas sejamos livres!

Blogueiras Negras

"Quem não quer raciocinar é um fanático;quem não sabe raciocinar é um tolo; quem não ousa raciocinar é um escravo"

Quem o Machismo matou hoje?

No Brasil, quatro mulheres são assassinadas todos os dias vítimas da violência doméstica. Você sabe quem elas são?

Favela Potente

"As coisas não nasceram para dar certo, somos nós que fazemos as coisas acontecerem" - Sérgio Vaz

Transfeminismo

Feminismo Intersecional

filosofia cinza

Blog da Márcia Tiburi

%d blogueiros gostam disto: